Acessibilidade

Wilson Lima e mais 11 governadores vão ao STF defender compensação de perda da arrecadação depois da Lei Kandir

Wilson Lima e mais 11 governadores vão ao STF defender compensação de perda da arrecadação depois da Lei Kandir

Governador do Amazonas participa hoje do III Fórum dos Governadores, em Brasília

Governadores de doze estados e também do Distrito Federal se reuniram, na noite de ontem (19/02), com o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Tófolli, e o ministro Gilmar Mendes, para tratar da compensação financeira que os estados deveriam receber por perdas provocadas pela Lei Kandir.

Em 2016, decisão do STF deu prazo de 12 meses para que o Congresso aprovasse uma lei para compensar financeiramente os estados com a desoneração do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre produtos exportados, benefício estabelecido na Lei Kandir. Na decisão, caso o Congresso não aprovasse a lei, o Tribunal de Contas da União (TCU) deveria realizar os cálculos para os repasses, o que ainda não ocorreu.

O governador Wilson Lima afirmou que as regras da compensação devem ser vistas com urgência, sobretudo diante do quadro de déficit financeiro que vivem os estados, como o Amazonas. “Todos os estados da federação, juntos, deixaram de receber cerca de R$ 600 milhões no total. Não dá pra continuar como está. Ou se faz a compensação ou a lei se torna inócua. Todos os estados estão precisando de recursos, e o Amazonas não é diferente”, frisou.

Outros governadores da região Norte participaram do encontro: Waldez Goés, do Amapá; Hélder Barbalho (Pará), e Antônio Denarium (Roraima). O ministro Gilmar Mendes é o relator do processo que trata do caso no STF.

Fórum dos governadores – O governador Wilson Lima continua em Brasília, nesta quarta-feira, para participar do III Fórum dos Governadores, que acontece Centro Internacional de Convenções do Brasil. O evento conta com a presença do ministro da Economia, Paulo Guedes, do presidente do Senado, Davi Alcolumbre, e do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, segundo informações do Governo do Distrito Federal, que organiza o encontro.

De acordo com o Governo do DF, entre os temas previstos para discussão estão a reforma da previdência e programa de privatizações para ajustes de contas.

Foto: Diego Peres/Secom